Agora nos chega mais esta notícia de que a Coréia do Norte acaba de conduzir seu maior teste de armamento nuclear, segundo vários sites internacionais de notícias.

País anunciou neste domingo (03) teste nuclear ‘bem-sucedido’ com bomba de hidrogênio.

 De acordo com o site Bloomberg.com, aquele país realizou com sucesso um teste de uma bomba de hidrogênio com “‘grande poder, sem precedentes’ neste domingo, que pode ser carregada num míssil intercontinental…”

A reportagem ainda menciona:

O teste, que foi ordenado por Kim Jong Un, foi um “sucesso perfeito” e confirmou a precisão e tecnologia da bomba, de acordo com a Agência Central de Notícias Coreana. O regime tem desafiado avisos de Trump, pois procura a capacidade de atacar a América com uma arma atômica.

“A credibilidade da operação da ogiva nuclear é totalmente garantida” disse a ACNC.

Foi também mencionado na reportagem que a agência de meteorologia da Coreia do Sul diz ter detectado um terremoto de magnitude 5.7 próximo do local do teste nuclear, em Punggye-ri, e que a energia da explosão foi de aproximadamente seis vezes maior do que a do teste nuclear do ano passado.

Trump não reagiu prontamente ao teste, mas o Primeiro Ministro do Japão, Taro Kono, disse numa transmissão na NHK que “todas as opções estão sobe a mesa”, o que significa que um ataque à Coreia do Norte, como precaução, não está fora de questão. E embora o Presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in disse estar furioso com o teste, ele pediu que a Coreia do Norte concordasse em se reunir para negociações.

O Primeiro Ministro da China emitiu uma declaração condenando o teste nuclear:

A China pede à Coréia do Norte para obedecer as resoluções do Conselho de Segurança, pare de tomar tais ações que irão piorar a situação, e ao mesmo tempo não irá beneficiar seus próprios interesses, e que retorne ao caminho do diálogo para resolver o problema.

A Rússia, através de seu Vice-Ministro do Exterior, Sergei Ryabkov, pediu para que a Coreia do Norte parasse com suas provocações, e que os testes nucleares são inaceitáveis.

Ainda de acordo com a reportagem da Bloomberg.com, a Coreia do Norte disse que não irá desistir de seu programa de armamentos até que os Estados Unidos cesse suas políticas “hostís”, tal como as manobras militares junto com a Coreia do Sul.


Estados Unidos, China, Rússia, Japão, Coreia do Sul, França, Otan e União Europeia condenaram o teste. Eles repudiaram a nova violação das múltiplas resoluções da ONU e exigiram o fim dos programas nuclear e balístico da Coreia do Norte.

Segundo a agência Reuters, este é o sexto teste atômico feito por Pyongyang nos últimos 11 anos.

G1 / Ovni Hoje

About Author

Criador do Site Verdade Mundial, fotógrafo por amor e profissão. Um inquieto da sociedade! Acredito que podemos mudar o pensamento das massas com a informação. Temos as ferramentas e a vontade de ver um Mundo melhor e livre. Estamos nessa luta há dez anos e em frente!