Uma matéria no portal UOL chamou a atenção na manhã deste sábado com uma entrevista reveladora com Marcinho VP, apontado como um dos chefes do Comando Vermelho, sendo que hoje ele nega “é apenas folclore” Confiram um trecho abaixo:

Uma infância pobre, marcada pela presença constante da violência. O pai de Marcinho VP foi assassinado aos 26 anos de idade. A mãe passou cinco anos foragida da Justiça, quando ele era criança. Após largar a escola e fazer vários bicos, Márcio dos Santos Nepomuceno começou a praticar delitos no começo da adolescência.

Apontado pelas autoridades da segurança pública como um dos chefes do Comando Vermelho, a maior facção criminosa do Rio de Janeiro, fundada em 1979. Marcinho defende a legalização da maconha. “O tráfico de drogas não acaba porque financia campanhas políticas no Brasil”, afirma. “O tráfico é nocivo e funesto, mas a corrupção é o crime que mais mata no Brasil.” Condenado a um total de 48 anos de reclusão pelos crimes de tráfico de drogas e por ser mandante de dois assassinatos, Márcio dos Santos Nepomuceno, o Marcinho VP, conhece os procedimentos do sistema penitenciário federal: são 21 anos ininterruptos passando por prisões, mais da metade de sua vida.

Fonte original: UOL

About Author

Criador do Site Verdade Mundial, fotógrafo por amor e profissão. Um inquieto da sociedade! Acredito que podemos mudar o pensamento das massas com a informação. Temos as ferramentas e a vontade de ver um Mundo melhor e livre. Estamos nessa luta há dez anos e em frente!