Era uma vez um garoto de sete anos chamado Nikolas, que perde seus pais e sua irmãzinha Anna em um acidente em um lago congelado. Os pobres aldeões decidem adotar o garoto compartilhando-o com as seis famílias locais: todo Natal, Nikolas deveria se mudar para um novo lar. Após seis anos, as famílias não conseguem encontrar peixe e nenhum deles tem condições para ficar com Nikolas no ano seguinte. O rabugento carpinteiro Iisakki se oferece para ficar com Nikolas e ensinar uma profissão para ele. No começo, Nikolas é tratado de um modo duro por Iisakki; contudo, durante as noites, Nikolas faz brinquedos para as crianças de sua aldeia como forma de retribuição. Quando Iisakki descobre o que Nikolas está fazendo, ele o ajuda a fazer brinquedos. No Natal, Iisakki o ajuda a distribuir os presentes. Ano após ano, Nikolas e Iisakki continuam a tradição. Quando os dois filhos de Iisakki reaparecem para visitar e convidar o pai deles para morar com eles na cidade grande, Iisakki entrega uma pequena fortuna para Nikolas, que usa o dinheiro para seguir a tradição, dando um presente para cada criança no Natal. O filme finlandês “Uma História de Natal” (“Joulutarina”) é um dos mais belos filmes de Natal que eu vi até hoje, com a maravilhosa história de Papai Noel. Eu lamento que apenas hoje eu tenha assistido a este filme, e não na noite de Natal com toda a família reunida.

About Author

Trabalha na área de Controle de Qualidade em uma empresa Suíça. A espiritualidade fez com que Marluce despertasse espiritualmente. Sem um certo nível de consciência espiritual é impossível perceber a magia da vida.