Bem-vindo, Março, o mês dos novos inícios, pois é o começo, no equinócio, do novo ano astrológico, quando o Sol se move para Áries. Mas, antes que você diga “sim” e faça planos para deixar para trás as suas preocupações e problemas em 20 de Março, este mês tem alguns presentes para nós, incluindo duas luas cheias, Mercúrio retrógrado e um forte apoio para a grande conclusão e encerramento de nossos ciclos de cura.

Estar preparado para uma mudança nos prepara para remover todos os bloqueios para a transformação e a energia deste mês nos ajudará a fazer isto. Portanto, esteja pronto para grandes revelações e movimento à velocidade da luz se estivermos preparados para tomar medidas deliberadas, consideradas e empoderadas que estejam alinhadas com o nosso potencial multidimensional.

Não podemos mais avançar de forma linear, a plena velocidade. Nosso movimento agora é para a frente e para fora, expandindo a energia em um arco enorme, cumprindo o nosso potencial mais elevado. Você terá conhecimento de tudo isto no Relatório da Energia de Março.

Um novo mês chegou enquanto continuamos a acelerar na estrada da ascensão. Tem sido uma jornada tumultuada até agora e no mês cujo nome é a mesma palavra que descreve o movimento para a frente, veremos a ação neste mês, mesmo que Mercúrio siga Retrógrado no dia 22.

Temos no Equinócio muita ação de Peixes/Chiron (feridas da alma surgindo para a cura), novos inícios com o começo de um novo ano astrológico em Áries e duas luas cheias. Mas com todo este foco no movimento, o tema de Março é ação realizada a partir de uma perspectiva curada, completa e congruente, eliminando as questões pendentes antes de avançarmos em novas direções.

Março abre com uma grande lua cheia que todos nós esperamos depois das constantes mudanças e transformações de Fevereiro, porque não houve luas cheias em Fevereiro. Isto significa que os términos (luas cheias são ciclos de conclusão/encerramento) podem ter sido atrasados, para que possamos ter clareza total sobre o que precisamos concluir, liberar e completar, tudo para limpar o espaço para os novos inícios que podemos ter neste mês.

Mas antes que façamos a conclusão, Março tem alguns presentes para nós, incluindo o movimento de Vênus e Mercúrio em Áries, inspirando-nos a agir, uma ação equilibrada com a pesada atividade de Chiron na primeira quinzena, e uma lua nova que está em conjunção exatamente com Chiron no dia 17.

Chiron representa as feridas que nunca curam, aqueles aspectos energéticos que criam áreas de intensa concentração em nossos campos de energia, buracos negros emocionais que são pontos desencadeadores e fortes drenagens de energia.

Veremos estes surgirem neste mês,também, e eu notei que a lua nova do dia 17, que está em Chiron, ocorre no Dia de St. Patrick. St. Patrick é comemorado por ter afastado todas as bruxas da Irlanda, um tempo sombrio em que milhões de pessoas que praticavam as antigas tradições pagãs foram assassinadas ou banidas da Irlanda e de muitas partes da Europa. Estima-se que a Igreja Católica tenha matado mais de 12 milhões de pessoas, principalmente mulheres.

Esta é uma oportunidade de cura para todos aqueles que ainda carregam o trauma da alma da perseguição e, pior, por serem videntes, curadores e mulheres sábias nos tempos antigos. Esta é uma das grandes barreiras para a aceitação de nossa intuição e de nossos talentos espirituais, o medo de sermos julgados e perseguidos por eles.

A Lua nova, de 17 de Março, em Chiron nos libertará deste trauma e do medo para que possamos continuar com confiança a nossa integração espiritual/material do paradigma da ascensão da 3D/5D? Eu penso que sim, e espero que haja muita cura e limpeza nesta área.

Março é o início do ano novo astrológico com o Sol se mudando para Áries no dia 21, assim como Mercúrio segue retrógrado em Áries no dia 22. Isto significa que estamos recuando? Não, mas isto significa, junto com a lua nova, no dia 17, que ao invés de corrermos para fora do portão, nosso avanço pode ser mais considerado, deliberado e planejado.

Mercúrio em Áries pode ser um pouco espasmódico e este retrógrado que começa no ano novo astrológico, juntamente com a orientação de ação de Março, é simplesmente um lembrete de que os nossos pilotos têm freios para nos desacelerar um pouco e há uma razão para isto.

Acredito que todo o movimento de Março nos está incentivando a avançar de forma multidirecional – não para frente e para trás, mas para frente e para fora, então, avançamos e nos expandimos multidimensionalmente, em vez de simplesmente avançarmos em linha reta, sem expandirmos a nossa energia em novos potenciais.

Nosso movimento não pode ser linear agora, tem que ser de 360 graus e além, em um arco cada vez maior, difundindo a nossa luz, energia e verdade em muitas áreas de nossa vida. Às vezes, quando sentimos que podemos avançar, fazemos isto de forma muito linear, aceleramos e tentamos ganhar o máximo de terreno possível, para compensarmos o “tempo perdido” e as “oportunidades perdidas”.

É tentador querer nos afastarmos de nossas limitações logo que sentimos que nossas algemas saíram, mas o nosso avanço está sendo canalizado para novas possibilidades que começam neste mês.

Além de estarmos alinhados com as nossas intenções individuais, nosso movimento deve também estar alinhado com o suporte à expansão da energia coletiva. Não perdemos terreno ou oportunidades. Em vez disto, somos incentivados a espalhar a energia, a explorar novas possibilidades de potencial, considerarmos outras alternativas que não consideramos antes.

Neste mês, podemos avançar, mas precisamos nos lembrar de duas coisas:

1 – Escolhemos quando paramos a cura e começamos a agir e decidimos quando não mais continuaremos nos intermináveis ciclos de cura que nos mantêm presos no antigo drama, no trauma, na dor e no sofrimento. Assim, muitas vezes, olhamos para o progresso dos outros para determinarmos quando a nossa cura está completa, mas não temos controle sobre o que os outros fazem. A melhor pergunta a fazer agora é: “Para que novas coisas estou preparado?” E não: “Eles estão curados e eu terminei este processo?”

2 – Temos uma missão dupla: estarmos em nossa própria luz e energia e resplandecermos esta luz e energia para que os outros possam ver e se inspirar. Nós nos graduamos de Trabalhadores da Luz para Faróis de Luz, e estamos saindo da Nova Era para a Era da Luz. A velocidade da Luz é de 186.000 milhas por segundo – estamos prontos para avançar nesta velocidade? Temos o conhecimento, as ferramentas e a consciência para receber o nosso corpo de luz e integrá-lo em nosso corpo humano. Assim, a resposta é “sim”, mas devemos fazer isto de forma intencional, deliberada e com plena consciência do destino ou do resultado que queremos alcançar.

Com o foco intenso deste mês em sairmos de nossos ciclos de cura Kármicos e liberarmos nossas feridas da alma baseadas no trauma, estamos nos preparando para mudar o nosso foco de empoderarmos a nossa energia, drenando os buracos negros emocionais para expandirmos a nossa energia de forma multidimensional. Estar preso na densidade escura de nosso trauma de feridas da alma bloqueia a nossa consciência de quaisquer outros caminhos que sejam possíveis.

Abra a sua visão neste mês, pergunte-se o que mais é possível – qual é o caminho que lhe permite experienciar a maior alegria, paz, amor, abundância e prosperidade?

Tenha um mês fantástico.

FONTE

Designer de Moda, reikiana, praticante e apaixonada por Yoga, Manoela desenvolveu um grande interesse na conexão espiritual entre o passado, presente e o futuro da humanidade, seus caminhos e mudanças ao longo dos séculos. Suas pesquisas para o Verdade Mundial vem sendo amplamente visualizadas nas áreas da sociedade e espiritualidade.