Exatamente o que aconteceu com o vôo MH-370 da Malaysia Airlines depois que decolou do Aeroporto Internacional de Kuala Lumpur em 8 de março de 2014 ainda continua sendo um dos mistérios mais duradouros da história da aviação.

Apesar de empreender uma extensa busca cobrindo 74.000 quilômetros quadrados, custando US $ 160 milhões e durando 1.046 dias, os investigadores da Austrália, China e Malásia não conseguiram encontrar os destroços.

Agora, uma recente expedição financiada pelo setor privado, que foi lançada no início deste ano em uma última tentativa para resolver o mistério, também admitiu a derrota – deixando muitas perguntas sobre o desastre sem resposta.

O governo da Malásia, desde então, afirmou que não tem planos para estender a busca ainda mais.

Oliver Plunkett, CEO da Ocean Infinity, disse:

Parte de nossa motivação para renovar a busca foi tentar fornecer algumas respostas para aqueles afetados.  É, portanto, com o coração pesado que terminamos nossa busca atual sem ter alcançado esse objetivo.

Simplesmente não houve antes uma procura submarina nesta escala, realizada de forma tão eficiente ou efetiva.

Embora claramente o resultado até agora seja extremamente decepcionante, como empresa estamos realmente orgulhosos do que alcançamos, tanto em termos da qualidade dos dados que produzimos, quanto da velocidade com que cobrimos uma área tão vasta.

(Fonte)

Colaboração: Jacqueline C.G.D., M3NIS

Ovni Hoje

Criador do Site Verdade Mundial, fotógrafo por amor e profissão. Um inquieto da sociedade! Acredito que podemos mudar o pensamento das massas com a informação. Temos as ferramentas e a vontade de ver um Mundo melhor e livre. Estamos nessa luta há dez anos e em frente!