Entre os meses de setembro e dezembro de 2018 dois relatos de observação de Objetos Voadores Não Identificados na nossa cidade, Veranópolis/RS chegaram até nós e nos deixaram curiosos, sendo um deles com imagens.

Veranópolis é um município brasileiro da região Sul, no estado do Rio Grande do Sul. É considerada a capital brasileira da longevidade e a terceira cidade com maior longevidade média da população no mundo.

As testemunhas preferem não ser identificadas. Por serem do âmbito de amizade, temos certeza que nenhuma delas quer atenção, holofotes ou mídia, apenas contaram suas histórias e apresentaram provas.

A primeira testemunha estava em gestação entre setembro e outubro do ano passado quando ao sair na varanda do seu prédio avistou de longe algo no céu que logo se revelou imenso por cima da sua cabeça sem emitir nenhum tipo de ruído. Segundo a testemunha o formato era de um bumerangue, o que é extremamente raro nos relatos colhidos até agora no estado.

A segunda testemunha estava em seu apartamento, quando no Final de 2018 ao observar o pôr do Sol se deparou com luzes pairando sobre o horizonte, ao reconhecer que não poderia ser satélite, planetas ou asteroides pegou seu Smartphone, ampliou e fotografou os objetos que se encontraram rumando em direção contrária da testemunha, mas com um brilho intenso. Segundo o mesmo este não seria o único contato com as naves, há muitos anos atrás os Veranenses tiveram um contato em massa no bairro Femaçã na pequena cidade com pouco menos de 30 mil habitantes. Um objeto estava rente aos telhados das casas emitindo uma forte luz azulada, chamando a atenção de centenas de moradores, os mesmos com medo muitas vezes da ridicularização ou falta de interesse deixaram o caso morrer.

Abaixo as imagens brutas direto do celular da testemunha:

Análise das Imagens: Na primeira impressão sobre as imagens e relato da testemunha não houve manipulação das mesmas. Foi questionado sobre ter um vidro causando o reflexo de alguma luminária porém o autor das mesmas relata ter feito as fotos pelo lado de fora da janela, os pontos negros nas imagens seriam sujeira a eliminar na lente.

Com depoimentos assim temos ainda mais convicção de que outros relatos irão surgir. As aparições estão mais constantes e as pessoas mais abertas a debater um assunto que já deveria estar naturalmente sendo discutido.