O Ciclone IDAI tem devastado comunidades em Moçambique, Zimbabwe e Malawi – só em Moçambique, o número de mortos poderia aumentar acima de 1.000. O pessoal da #care está no terreno e trabalha para garantir que a resposta satisfaça as necessidades Das pessoas.

Ciclone IDAI destruiu o “90 por cento” de beira, uma cidade de cerca de meio milhão de pessoas, que é a quarta maior de Moçambique.

Em Moçambique: mais de 1,000 pessoas se temem mortas depois que um ciclone nivelasse uma cidade portuária central, com 1.5 milhões de pessoas afetadas pela destruição e inundação

Precisa-se de assistência urgente para evacuar os milhares presos pelas crescentes águas no distrito de buzzi. Beira e seus arredores também são afetados. A ajuda alimentar e para a água está a ser lançada por um número limitado de helicópteros a que são visíveis.