“Levantamento inédito conduzido de março a outubro de 2018 em 100 cidades de várias regiões de Santa Catarina detectou a presença de agrotóxicos na água de abastecimento público em 22 dos municípios. Entre as cidades, estão Joinville e Balneário Camboriu. Em algumas cidades, estavam presentes tipos diferentes de agrotóxicos.

Das 17 substâncias encontradas, sete estão proibidas na União Europeia, por causarem danos à saúde: atrazina (banida em 2004 da UE), bromopropilato (banido em 2002), metolacloro (2002), permetrina (2000), propargite (2008), propiconazol (2008) e simazina (2004).

A análise foi encomendada pelo Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) e a coleta faz parte de um programa do Centro de Apoio ao Consumidor da Promotoria, da Agência Reguladora Intermunicipal de Saneamento (Aris) e da Agência de Regulação de Serviços Públicos de Santa Catarina (Aresc)”.