Arrebatamento é um conceito utilizado por muitas igrejas cristãs e ligado ao final do mundo, onde os justos serão arrebatados, raptados ou sequestrados e levados aos céus, na presença de Jesus Cristo, durante o seu retorno ao nosso planeta. O arrebatamento está intimamente ligado à ideia de Final dos Tempos, Apocalipse ou Armagedon, quando os eleitos serão arrebatados e levados para fora dessa grande tribulação, ou seja, não sofrerão os efeitos dessa catástrofe do final do mundo. Existe muita controvérsia no próprio mundo cristão sobre como será esse arrebatamento, mas todas concordam que será um evento no qual os eleitos serão salvos, através da interferência de Cristo e seus anjos.

Quando isso acontecerá, ninguém sabe, e a bíblia nos diz que o próprio Jesus falou que “O dia e a hora ninguém sabe, nem os anjos no céu, nem o Filho, senão o Pai.” Por outro lado, a Igreja Católica não acredita no arrebatamento antes do Apocalipse e acredita que Cristo virá para julgar as pessoas durante o Juízo Final, mas os fiéis esperarão na Terra por esse julgamento e não serão transportados para fora dela, ou seja, sofrerão como os demais, as dores do fim do mundo.

Existem correntes teológicas que pregam que essa segunda vinda de Jesus acontecerá depois da grande tribulação, sendo que o arrebatamento ocorrerá antes desse período de grande sofrimento na Terra. Dessa forma, os eleitos e arrebatados nem verão esse período de sofrimento e destruição de nosso mundo. As profecias dizem que surgirá um homem muito poderoso e inteligente, que conquistará a confiança de muitos. Esse homem será o Anticristo. Com um discurso voltado para a paz e a prosperidade, convencerá os líderes mundiais para a criação de uma aliança mundial e trará um curto período de harmonia. No final do reinado do Anticristo, virá o arrebatamento e o início do fim. Em todo o mundo, as pessoas começarão a desaparecer e ninguém saberá explicar. Será assim, sem nenhum aviso e de um instante a outro.

Ao mesmo tempo, uma série de catástrofes naturais vai começar a assolar a Terra. Grandes incêndios, vulcões em erupção, maremotos, terremotos, tsunamis, etc., causando um caos mundial. Essa situação levará o mundo a uma grande guerra, da qual não haverá vencedores. Existem também, muitos que associam o arrebatamento religioso a uma interferência alienígena em nosso mundo, recolhendo, abduzindo ou arrebatando pessoas escolhidas dentro de um certo critério e levando-as em suas grandes naves para um local fora da Terra, durante todo o período da grande destruição de nosso planeta. Essa ação visaria a preservação do ser humano, para depois recomeçar a vida na Terra.

Essa teoria é reforçada pela ideia de que o próprio Jesus seria um grande comandante interplanetário, com seus anjos ou auxiliares, tomando conta dessa tarefa de resgate da vida dos humanos. No fundo, as histórias se cruzam, e apesar de nomes e conceitos completamente diferentes – um é divino e o outro é tecnologicamente superior – o fenômeno do arrebatamento tem um desfecho bem semelhante. Os dois pressupõe a retirada de parte dos humanos em um momento de destruição do planeta, como uma ação necessária para salvar a espécie e recomeçar uma outra fase no planeta Terra. Quando será? Será numa hora que não esperamos nem imaginamos.