1998 OR2 passará hoje a cerca de 6,3 milhões de quilômetros da Terra; a transmissão começa às 20h (horário de Brasília)

A rocha gigante viaja a 8,7 km/s e não correu risco de se colidir com a Terra

Nesta terça-feira (29), o asteroide 1998 OR2, também conhecido como 52768 estará no ponto mais próximo da Terra em sua órbita: 6,3 milhões de quilômetros de distância, o que corresponde a cerca de 16 vezes a distância entre a Terra e a Lua.

Embora isso seja “perto” em termos astronômicos, é distante o bastante para não representar nenhum risco de colisão com nosso planeta. O asteróide é um NEO (Near Earth Object – Objeto Próximo da Terra) classificado como “potencialmente perigoso”, mas esse termo é aplicado a quaisquer objetos com mais de 140 metros e a uma distância de menos de 7,4 milhões de km da Terra.

Mas não espere ver uma imensa pedra bem definida como nas imagens dos asteroides Bennu e Ryugu. Afinal, elas foram feitas bem de perto, por satélites enviados para analisá-los. Daqui da Terra, 1998 OR2 deve se parecer mais com um pontinho luminoso se movendo pelo céu.

Ainda assim, pode ser um evento interessante para quem se interessa pelo espaço. A transmissão, em inglês, é gratuita. Basta acompanhar o vídeo acima a partir das 20h (horário de Brasília)

Fonte: Space.com