NOTA DO AUTOR: Devido aos últimos acontecimentos envolvendo a NASA, Elon Musk e o envio de vários astronautas para missões secretas de testes no Espaço várias hipóteses foram levantadas. Incluindo a do famoso Planeta X / Nibiru / Hercólubus. Confiram abaixo uma matéria de 2018 que parece mostrar vestígios de uma preocupação eminente.


O alinhamento planetário que ocorreu em 27 de julho de 2018 desencadeou desastres naturais em todo o mundo. Mas os efeitos mais catastróficos foram sentidos na ilha na indonésia de Lombok, perto de Bali, onde houve um terremoto de magnitude 7.

E a partir desse momento foram acontecendo todos os tipos de desastres extremos em todo o mundo, muitos mais terremotos, incluindo um de magnitude 8,2 perto de Fiji, inundações e incêndios florestais ferozes.

Mas também há aqueles que acreditam que a última lua de sangue foi um sinal da chegada de Nibiru.

De acordo com especialistas no campo, o planeta errante está em rota de colisão com a Terra, e uma vez que atinge nosso planeta, causará devastação maciça em todos os cantos do globo.

E o pior ainda estava por vir, tornando-se inevitavelmente testemunhas da exceção do dia do julgamento final, ou pelo menos é o que se acreditava, já que a mídia canadense afirma que a NASA mudou a trajetória do “Planeta X” usando poderosos mísseis disparados da Terra.

Missão: Salve a Terra

Tanto os teóricos da conspiração como os crentes de todo o mundo acreditavam firmemente que Nibiru, conhecido como o planeta assassino, iria atingir a Terra em 16 de agosto.

No entanto, um relatório publicado pela mídia canadense Koz Telegram afirma que a NASA mudou a trajetória do “Planeta X” usando poderosos mísseis disparados da Terra.

As alegações feitas por Koz Telegram parecem incríveis, uma vez que eles argumentam descaradamente que Nibiru estava muito próximo da Terra em 16 de agosto.

Mas aparentemente, quando o medo apocalíptico dominou as mentes dos cientistas da NASA, decidiram disparar vários mísseis contra Nibiru.

O relatório revela que a agência espacial americana recebeu essa informação de um importante ufólogo russo que queria permanecer anônimo.

Aparentemente, a agência espacial dos EUA teria usado uma nova arma. Além disso, a NASA usou seus recursos para se preparar secretamente contra a possível destruição da humanidade.

Além disso, vários países participaram da “missão” para mudar a trajetória de Nibiru. A mídia canadense, liderada por Tom Stone, menciona que no mesmo dia em que o planeta assassino deveria ter atingido.

Uma grande bola de fogo pelo menos 40 vezes mais brilhante que a lua cheia cruzou o céu no estado do Alabama no sudeste dos EUA Numerosas testemunhas testemunharam o estranho incidente, que também foi detectado por seis câmeras de meteorito da NASA localizadas na região.

No entanto, os céticos não estão convencidos das informações reveladas pela Koz Telegram. Segundo eles, é praticamente impossível realizar uma série de lançamentos de foguetes no espaço em um momento em que a maioria das pessoas tem smartphones capazes de gravar vídeos em alta definição.

Eles também lembram que a mídia canadense previu que Nibiru destruiria a Terra em 16 de agosto. Então, para os mais céticos, tudo seria uma farsa para ganhar popularidade na rede.

A NASA deixou bem claro que não há Planeta X, muito menos que está atualmente em nosso sistema solar.

Especialistas da agência espacial dos EUA também disseram que o Nibiru nada mais é do que uma fraude na Internet, e que, se realmente existisse e estivesse se aproximando do nosso planeta, deveria ser visível a olho nu.

Diante disso, Koz Telegram diz que a abordagem não foi visível devido à chuva de estrelas mais popular do ano, as Perseidas ou lágrimas de San Lorenzo, que ocorreram nas noites de 11, 12 e 13 de agosto de 2018.

Mas a mídia canadense adverte que o planeta X ainda continua sendo um perigo, ainda que menor, para a humanidade.

Nibiru confirmado por vários meios

Para muitos, é uma notícia sensacional, mas a verdade é que esta não é a primeira vez que uma mídia digital relata a existência de Nibiru.

Em 2012, vários meios de comunicação como CNN, NBC, BBC e Al Jazeera relataram a abordagem perigosa da Terra de um planeta misterioso.

Segundo revelou uma iReport CNN, a NASA tinha provas desta abordagem:

De acordo com vazamentos anônimos de empregados da NASA e cientistas, um asteroide chamado de” Nibiru “vai direto para o chão, com a possibilidade de até 30% de uma colisão.”

É compreensível que a NASA permaneça em silêncio por enquanto para não incitar ao pânico e obter todos os dados antes de fazer uma declaração oficial. Alguns rumores não confirmados afirmam que o asteroide é do tamanho do Texas, e a data estimada de colisão é entre novembro e dezembro de 2012. A NASA não confirmou ou negou qualquer uma dessas alegações.”

Então, tendo dito isso, talvez a existência de Nibiru e os testes secretos para desviá-la não sejam completamente loucos ou um engano da Internet.

Dica do Membro Rafael Kamui | FONTE