Com 19,6 toneladas, esse é o objeto mais pesado a sair de órbita de forma descontrolada desde 1991

Na última segunda-feira (11), um grande pedaço de lixo espacial entrou na atmosfera da Terra de forma totalmente descontrolada. Com 19,6 toneladas, o foguete chinês Long March 5B, é o objeto mais pesado desde 1991 a sair de órbita. Neste ano, a estação espacial soviética Salyut-7, com 43 toneladas, reentrou na atmosfera terrestre sobre a Argentina.

Lixo espacial sobrevoou grandes cidades antes de cair no Oceano Atlântico. Foto: Aerospace Corp.

O foguete chinês foi usado no lançamento da última terça-feira (5) e foi detectado na costa oeste da África, perto de Nouakchott, na Mauritânia, antes de cair no Oceano Atlântico. Na sua última meia hora em órbita, o objeto sobrevoou Hollywood, Colorado Springs e o Central Park, em Nova York. “Nunca vi uma grande reentrada passar diretamente por tantas grandes cidades”, destacou o cientista espacial Jonathan McDowell no Twitter.

Nos últimos anos, dois grandes lixos espaciais caíram na Terra. Em 2018, a estação espacial chinesa Tiangong-1, de 9,3 toneladas, caiu no Oceano Pacífico. No ano seguinte, sua sucessora, a Tiangong-2, caiu, mas desta vez de forma controlada, em uma parte remota do mesmo oceano. Na ocasião, a equipe chinesa usou o final de seu combustível para guiá-la até um local seguro.

Moradores de vilarejos da Costa do Marfim relataram misteriosos objetos metálicos caindo do céu, incluindo uma espécie de cano de 12 metros de comprimento. Não há registros de feridos, apenas de leves danos a casas e materiais:

FONTE