Neuralink planeja fazer implantes cerebrais em breve

A Neuralink está prestes a iniciar testes com implantes cerebrais em humanos. A empresa, que é cofundada por Elon Musk, trabalha há algum tempo no desenvolvimento de inteligência artificial e seu papel na simbiose entre homem e máquina.

Em 2019, a empresa divulgou planos de furar o crânio de indivíduos com laser para introduzir eletrodos flexíveis em seus cérebros. Agora, esse trabalho parece ter avançado bastante: Musk revelou que o implante terá cerca de 2,5 centímetros de diâmetro.

O objetivo do procedimento é restaurar a funcionalidade do cérebro de pessoas com Alzheimer e restaurar suas memórias. Por enquanto, a tecnologia está em estágios iniciais e o cronograma de testes deve ser finalizado daqui um ano.

Neuralink fará revelação em agosto

A Neuralink, startup de neurotecnologia, deve revelar, em 28 de agosto, atualizações sobre seus projetos. É o que promete Elon Musk: o empresário escreveu no Twitter: “Se você não pode vencê-los, junte-se a eles” para se referir à ambição da empresa de colocar os seres humanos no mesmo nível das inteligências artificiais.

A meta da companhia é desenvolver uma interface cérebro-máquina capaz de criar uma simbiose entre humanos e computadores. A princípio, a finalidade principal é restaurar a funcionalidade do cérebro de pessoas com distúrbios neurológicos graves.

Chip da Neuralink, startup de Elon Musk, transmitirá música direto para o cérebro

Os primeiros testes em humanos devem ser feitos ainda este ano

O processo de “implantação” seria semelhante a uma cirurgia ocular a laser. Parte dele envolveria um robô neurocirúrgico, responsável por encaixar “fios” flexíveis no cérebro. Um trabalho de pesquisa sobre o dispositivo afirma que um único cabo USB-C poderá fornecer um “fluxo de dados de largura de banda total” ao cérebro.

FONTEs: https://olhardigital.com.br/ \ https://mundoconectado.com.br/