PENTÁGONO DIVULGA 1.500 PÁGINAS DE NOVOS DOCUMENTOS SECRETOS SOBRE SEU PROGRAMA UFO

O Pentágono publicou 1.574 páginas relacionadas ao seu programa secreto de UFOs após uma batalha de quatro anos para conseguir sua liberação. O Sun Online primeiro solicitou uma cópia de todos os “arquivos, relatórios ou arquivos de vídeo” relacionados ao Programa Avançado de Identificação de Ameaças da Aviação (AATIP) em 18 de dezembro de 2017. Agora, essa espera terminou.

O site The Sun apresentou uma Lei de Liberdade de Informação (FOIA) apenas alguns dias após a existência do programa obscuro ter sido tornada pública. Finalmente, depois de mais de quatro anos, a Agência de Inteligência de Defesa (DIA) divulgou mais de 1.500 páginas. Os arquivos incluem relatórios científicos encomendados pelo governo e cartas ao Pentágono sobre o programa UFO. O levantamento possui documentos sobre pesquisas relacionadas aos efeitos biológicos de avistamentos de UFOs em humanos, estabelece categorizações para experiências paranormais e estudos sobre tecnologia de ficção científica.

O DIA, braço de espionagem do Departamento de Defesa, disse que algumas partes dos documentos “(…) devem ser retidas” devido a questões de privacidade e confidencialidade. Mas a agência acrescentou que “(…) o DIA não reteve nenhuma parte não isenta/segregável dos registros.” Os bombásticos documentos incluem relatórios da pesquisa do DIA sobre os efeitos de contatos próximos de humanos com UFOs .

E isso inclui queimaduras, problemas cardíacos, distúrbios do sono – e até mesmo ocorrências bizarras como “abdução aparente” e “gravidez desconhecida.” O relatório observou que muitas vezes essas lesões estão relacionadas à radiação eletromagnética – e as vincula a “(…) sistemas de propulsão relacionados à energia.” E o relatório alerta que tais objetos podem ser uma ameaça aos interesses dos Estados Unidos. Descobriu-se que humanos foram feridos por “(…) exposições a veículos anômalos, especialmente no ar e quando próximos”, diz o texto.

O relatório acrescentou que havia 42 casos de arquivos médicos e 300 casos “não publicados” semelhantes em que humanos foram feridos após encontros anômalos. A AATIP era um programa secreto do Pentágono que funcionou entre 2007 e 2012 para estudar UFOs. Foi divulgado pelo ex-oficial de inteligência Luis Elizondo em 2017, que liderou o programa. Vídeos de avistamentos inexplicáveis de UFOs por militares dos Estados Unidos – investigados pela AATIP – também foram publicados pela primeira vez na época.

As revelações do programa marcaram uma mudança radical na maneira como os Estados Unidos falam sobre UFOs – agora mais comumente conhecidos como fenômenos aéreos não identificados (UAPs). E o fenômeno passou a ser uma séria preocupação de segurança nacional discutida por legisladores, autoridades de defesa e até mesmo os ex-presidentes Barack Obama e Bill Clinton. Um documento fascinante incluído em um relatório de Suporte a Ameaças de Aquisição, define como categorizar “comportamento anômalo” – com encontros com “(…) fantasmas, yetis, espíritos, elfos e outras entidades míticas/lendárias” classificadas como AN3.

Ver um UFO com alienígenas a bordo seria CE3. Poltergeists, agroglifos, combustão humana espontânea, abduções alienígenas e outros eventos paranormais também são categorizados assim. Estudos sobre tecnologias avançadas, como capas de invisibilidade e robôs controlados pela mente, também estão incluídos no documento. Outros relatórios obtidos incluem estudos sobre comunicação com civilizações alienígenas e planos para exploração e colonização do espaço profundo. A enorme quantidade de documentos recém-divulgados contém cartas do falecido senador Harry Reid – que pedia que o projeto fosse classificado como ultrassecreto – e documentos sobre empreiteiros.

Ele mostra como um contrato foi concedido à Bigelow Aerospace Advanced Space Studies (BAASS) por US$12 milhões – notavelmente o único empreiteiro a concorrer ao trabalho – para estudar “(..) ameaças de armas aeroespaciais avançadas do presente até 40 anos no futuro.” Em uma carta de 2009, o senador Reid descreve como o programa já identificou “(…) várias tecnologias aeroespaciais não convencionais altamente sensíveis” que exigiam “proteção extraordinária.” Seu pedido de programa de acesso especial restrito para o trabalho da BAASS foi rejeitado pelos funcionários do DIA.

Fonte: Desvendando Mistérios do amigo e parente Thiago Tichetti

Um comentário em “PENTÁGONO DIVULGA 1.500 PÁGINAS DE NOVOS DOCUMENTOS SECRETOS SOBRE SEU PROGRAMA UFO

Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: