432 Hz – O segredo por trás da frequência de Deus

Você sabia que 432 Hertz é uma sintonia matematicamente consistente com o universo? Música baseada em 432 Hz transmite energia de cura benéfica porque é um tom puro de matemática fundamental para a natureza. Os instrumentos egípcios arcaicos que foram descobertos, até agora, são amplamente ajustados para 432Hz. Na Grécia antiga, seus instrumentos eram predominantemente afinados em 432Hz.

Dentro dos mistérios gregos de Elêusis, Orfeu é o deus da música, da morte e do renascimento, e foi o guardião da Ambrosia e da música da transformação, e seus instrumentos foram afinados a 432 Hz. A afinação atual da música baseada em 440 Hz não se harmoniza em nenhum nível que corresponda ao movimento cósmico, ritmo ou vibração natural. Por volta de 1940, os Estados Unidos introduziram a sintonia 440 Hz em todo o mundo e, finalmente, em 1953, tornou-se o padrão ISO 16.

Frequência 432 Hertz, a frequência do som com propriedades de cura!

A mudança de 432 Hz para 440 Hz foi feito a mando da Fundação Rockefeller, visando exercer controle sobre a consciência humana por meio da imposição de parciais harmônicas de A = 440 Hz. Essa mudança foi feita para que governos e várias agências de inteligência usassem a música para nos controlar. Toda a música ocidental que se baseia na escala padrão de 12 tons é usada para gerenciar multidões e também para controlar o pensamento.

440 Hz é uma frequência de sintonia padrão não natural e a música de frequência de 440 Hz entra em conflito com os centros de energia humanos. A indústria da música, que é controlada pela cabala bancária globalista, utiliza esta frequência imposta para conduzir as populações a uma maior agressão, agitação psicossocial e angústia emocional, predispondo as pessoas a doenças físicas e pode gerar um efeito prejudicial à saúde ou comportamento anti-social na consciência dos seres humanos.

Tudo está vibrando, e quanto mais podemos vibrar com o Cosmos Superior, mais estreita nossa conexão com nosso Eu Superior e Deus. É a chave para a ascensão. Tudo o que você precisa fazer para evitar que as pessoas sejam capazes de “sintonizar” com o Cosmos Superior é mantê-las presas em vibrações baixas ou vibrações que não nos alinham com o Cosmos Superior. Isso foi feito com sucesso pelos banqueiros internacionais durante a Segunda Guerra Mundial, introduzindo a afinação padrão A = 440 Hz! Os poderes constituídos estão reduzindo com sucesso as vibrações não apenas da geração jovem, mas também do restante de nós.

A ciência da cimática, o estudo do som e vibração visível, prova que a frequência e a vibração são as chaves mestras e a base organizacional para a criação de toda a matéria e vida neste planeta. Quando as ondas sonoras se movem através de um meio físico (areia, ar, água, etc.), a frequência das ondas tem um efeito direto sobre as estruturas que são criadas pelas ondas sonoras à medida que passam por um meio específico, como o corpo humano que é composto por mais de 70% de água!  O vídeo mostra a diferença nos padrões geométricos formados pelas sintonias de 432 Hz e 440 Hz.

Uma frequência de 432 Hertz corresponde a 4 + 3 + 2 = 9, e 9 é a consciência de Deus. E é por isso que esta frequência foi escolhida por todas as culturas antigas. Sempre foi conhecida como a frequência de Deus, e o gênio Nicola Tesla também dizia que 432 Hz é a frequência de Deus.

Nikola Tesla é frequentemente considerado um dos inventores mais importantes da história, cujas descobertas no campo da eletricidade estavam muito à frente de seu tempo e continuam a influenciar a tecnologia hoje. Tesla disse uma vez:

“Se você apenas conhecesse a magnificiência do 3,6 e 9, então você teria uma chave para o universo”

Tesla era obcecado pelos números 3, 6 e 9. Ele entendeu um fato fundamental, desconhecido para muitos, que é a linguagem universal da matemática, uma ciência descoberta pelo homem, não inventada por ele. Então, o que acontece quando você divide o padrão musical de hoje de A = 440 Hz por 12?

440 Hz / 12 = 36,66666666666666

Então, o que acontece quando você divide A = 432 Hz, conhecido como ‘A’ de Verdi, uma afinação que é matematicamente consistente com o universo por 12?

432 Hz / 12 = 36 (3+6=9)

432 Hz = 3,6,9! São duas formas de expressar a mesma coisa, a coisa real!

Para que as apresentações musicais soassem iguais em todo o mundo, era necessária alguma padronização. Já em 1885, a Comissão de Música do Governo Italiano declarou que todos os instrumentos e orquestras deveriam usar um diapasão que vibrasse a 440 Hz, o que era diferente do padrão original de 435 Hz e dos 432 Hz concorrentes usados ​​na França.

Em 1917, a Federação Americana de Músicos endossou os italianos, seguido por um novo impulso para 440 Hz na década de 1940. Em 1953, um acordo mundial foi assinado. Os signatários declararam que o “lá” médio no piano deveria ser afinado para sempre em exatamente 440 Hz. Essa frequência se tornou a referência ISO-16 padrão para afinar todos os instrumentos musicais com base na escala cromática, a mais usada para música no Ocidente. Todas as outras notas são afinadas em proporções matemáticas padrão que levam de e para 440 Hz.

Esse padrão de tom é agora universalmente aceito, e é por isso que um piano em Toronto soa exatamente como um piano na China. Estranhamente, ninguém pode dizer com certeza por que essa frequência foi escolhida em primeiro lugar. Na verdade, sempre existiu quem discordasse veementemente deste padrão, considerando o “A” médio de 440 Hz uma abominação contra a natureza. As duas imagens mostram mandalas feitas com as sintonias de 432 Hz e 440 Hz. É visível a diferença entre ambas.

Todos os aplicativos replicam músicas a 440 Hz e tem como objetivo nos transmitir sensações negativas como raiva e medo. Há um aplicativo gratuito para Windows e iPhone chamado The 432 Player que permite ouvir músicas em 432 Hz.

Os adeptos desta teoria afirmam que uma frequência mais “natural” para o “A” médio correto é 432 Hz (também conhecido como A de Verdi) porque tem “um tom puro de matemática fundamental para a natureza” e é “matematicamente consistente com os padrões do universo, vibrando com Phi, a razão dourada. Eles mostram como esse campo pode ser conectado a tudo, desde as conchas do nautilus até as obras dos antigos, incluindo a construção da Grande Pirâmide.

Além disso, 432 Hz ressoa com 8 Hz (a ressonância de Schumann), a “batida” eletromagnética fundamental documentada da Terra. É uma sensação melhor. A pesquisa diz que a música sintonizada a partir dessa frequência é mais fácil de ouvir, mais brilhante, mais clara e contém uma faixa dinâmica mais inerente. Como resultado, a música com esta afinação não precisa ser tocada em volumes mais altos e, portanto, reduz o risco de danos auditivos.

É aqui que entra a conspiração. Há algo supostamente sinistro e maligno na imposição do 440 Hz. Diz-se que a Fundação Rockefeller tinha interesse em garantir que os Estados Unidos adotassem o padrão de 440 Hz em 1935 como parte de uma “guerra contra a consciência” levando ao “controle do culto musical”. Esta teoria diz que sintonizar toda a música a 440 Hz a transforma em uma arma militar.

Eu cito a partir de um dos muitos artigos on-line sobre o assunto: “A monopolização da indústria da música apresenta esta frequência imposta que é para induzir as populações em maior agressividade, agitação psico-social e estresse emocional predispondo as pessoas a doenças físicas para lucro financeiro das agências e empresas envolvidas no monopólio.”

FONTE

Preparamos aqui 4 sons em 432 Hz para você curtir o seu dia! Paz e Luz!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: